A vida francesa - Professor Fernanda

Bonjour chères et chers étudiants !

Como prometido, volto hoje com um post sobre mais um aspecto da vida cotidiana francesa. Falarei hoje dos vide-greniers, um encontro de expositores, principalmente no interior da França, que vendem, compam ou trocam objetos que não usam mais. « Vider » significa « esvaziar », « grenier » significa « sótão ». Juntando as duas palavras, temos o significado exato dessa manifestação : os vide-greniers são encontros em que os expositores montam seus stands para vender ou trocar aqueles objetos queestão guaradados lá no sótão e não tem mais serventia. Trata-se, claro, de uma imagem. O vide-grenier pode mudar de nome conforme a região : na Picardia, ele é chamado de « braderie », na Normandia de « foire à tout ». Outros nomes são ainda « bric-à-brac », « troc », « marché aux puces ».

Os franceses adoram os vide-greniers, e eu também. Além de podermos comprar, vender ou trocar objetos por um preço super camarada, o encontro permite fazer uma atividade diferente no final de semana. Mesmo se sairmos de mão vazias, poderemos pelo menos experimentar uma boa cerveja artesanal, um bom vinho regional ou uma especialidade culinária a preços bem acessíveis. Podemos também descobrir a história por traz de tantos objetos guardados há tanto tempo e que são agora revendidos. Os expositores são muito simpáticos na maioria das vezes e adoram conversar, contar mesmo a história dos objetos vendidos.



De maneira geral, nada é caro em um vide-grenier. Encontramos de tudo, tudo mesmo : roupas (usadas ou semi-novas) para adultos ou crianças, sapatos, utensílios domésticos, brinquedos para crianças, ferramentas, decoração para casa, móveis, livros, louças, enfim, uma infinidade de coisas. Mas podemos também encontrar objetos de coleção, coisas raras que às vezes são vendidas sem que se saiba o seu real valor.

Eu mesma já fiz algumas aquisições (apesar de na maioria das vezes ir mais para comer, beber e conversar) : uma calça jeans Levi’s a 2 euros, um pacote com 10 novelos de lã a 4 euros para o meu crochê diário (os novelos custam caro nas lojas por aqui) e o mais legal foi um mini-liquidicador novíssimo que paguei 4,50 euros e que funciona super bem. Já comprei vários livros também.

Em resumo, acho uma ótima experiência visitar um vide-grenier para entendermos mais a vida cotidiana dos franceses. Achei legal expor esse aspecto para lembrar que nem tudo é turismo por aqui. Existe uma vida normal que é bem legal conhecer. Os vide-greniers ajudam a desconstruir a imagem do francês carrancudo, reclamão e sem educação. É um ótimo ambiente para socializar.

No site https://vide-greniers.org/, vocês podem encontrar todos os vide-greniers da França. Caso estejam por aqui, nao deixem de visitar ! Eu mesma estou pensando em montar um stand, quem sabe não nos encontramos!

Bonne braderie et à bientôt !

Fernanda
Classifique este blog:
3
Receita deliciosa do Flan Parisien (Flan pâtissier...
Os segredos para fazer uma massa folhada passo a p...

Posts Relacionados

 

 

Links:  delf  tv5 

logo  campus 





Informações:

phone(+33) 6 0250-0330
what (+33) 6 0250-0330 
skype  franceszero
mail Contato pelo site